Um jovem de 14 anos foi encontrado morto esta quinta-feira em Salvaterra de Magos com indícios de agressões, confirmou fonte policial à TVI24.

O menor estava desaparecido desde as 22:00 de segunda-feira, segundo escreveu a mãe num post no Facebook, em que pedia informações sobre o filho. 

"DESAPARECIDO desde 11/5 às 22h... Festa de Salvaterra de magos!  FILHO onde estás eu estarei contigo! Meu Tudo eu encontro-te !!! Nem que eu morra de pé ! Sem ti falta-me o chão és meu tudo! Vou chegar a ti! Meu pedaço de céu !", escreveu na rede social.


Ao que a TVI apurou em Salvaterra de Magos, o jovem foi encontrado na arrecadação de um prédio num "cenário macabro", com manchas de sangue no chão e paredes. Fonte policial confirmou que apresentava indícios de agressões.

O principal suspeito do crime já terá sido detido para interrogatório, segundo as informações divulgadas à TVI no bairro onde o menor morava com a mãe e a avó. De acordo com estas mesmas informações, que ainda carecem de confirmação oficial, o suspeito conhecia algumas pessoas no prédio onde o crime ocorreu ou teria, de alguma forma, acesso a este edifício. Haverá ainda um segundo suspeito que também já terá sido detido, ao início da tarde, para interrogatório.
 
Vizinhos entrevistados pela TVI adiantam que na localidade existe a suspeita de que a morte pode ter resultado de um desentendimento entre um grupo de jovens. Há quem suspeite do envolvimento de um gangue ligado ao tráfico de droga no crime.  No entanto, estas informações não foram ainda confirmadas oficialmente. 

"O corpo foi encontrado na madrugada de hoje pela Polícia Judiciária fechado na arrecadação de um prédio, junto ao edifício do antigo quartel dos Bombeiros de Salvaterra de Magos. O corpo foi levantado ao início da manhã de hoje pelos bombeiros de Benavente", adiantou uma outra fonte policial à Lusa.

Uma moradora do prédio contou, sem conseguir precisar o dia, que viu uns "miúdos na varanda" do apartamento onde o rapaz foi encontrado. Cruzou-se com um deles nas escadas, cumprimentou-o e disse que ele estava com um ar "muito desconfiado"

O primeiro alerta da mãe ocorreu na terça-feira, pelas 8:00, quando publicou o primeiro post na rede social. As autoridades foram então alertadas encetando as buscas para encontrar o menor. 

Ontem, a mãe voltou a fazer um apelo: 

"Não desisto de ti nunca ! Preciso de forças meu Deus! Obrigado o carinho da escola de Salvaterra amigos e palavras amigas ! Mas a saudade é muita e nesta cama o sono não vem ! Sem saber se ele ta a dormir bem! AMO-TE FILHO és a luz da minha vida ! Devolvam o meu filho por favor !"
 


Esta quinta-feira, os bombeiros de Salvaterra de Magos foram chamados para efetuar um "levantamento de cadáver", pelas 8:00, confirmou a TVI. 

O caso está agora a ser investigado pela Polícia Judiciária que não presta informações durante o decorrer do inquérito, assim como a GNR.