A adolescente de Guimarães que estava desaparecida desde sexta-feira já foi localizada pela Polícia Judiciária (PJ) de Braga. A informação foi confirmada à TVI por fonte policial. 

A jovem foi localizada a meio da tarde desta quarta-feira, no concelho de Paredes. As autoridades não têm, para já, "qualquer indício de crime".

De acordo com a Agência Lusa, que cita a mãe da jovem, Joana estava na casa do seu par num baile de finalistas. Cristina Santos disse à Lusa que a filha confessou que "gosta" daquele jovem, de 20 anos. No entanto, o jovem não terá assumido qualquer relação por em causa estar uma menor.

A mãe disse ainda que a filha alegou que andava a ser seguida por um rapaz e por um adulto com perto de 60 anos.

"Refugiou-se na casa daquele amigo, até para proteger a irmã, porque as duas andavam sempre juntas", acrescentou Cristina Santos.


Joana Santos, de 16 anos, tinha desaparecido na sexta-feira à noite, quando regressava de uma festa de final de ano do infantário onde estagiava. Saiu com as educadoras e as auxiliares, mas, a meio do caminho, regressou, alegando ir buscar um casaco. 

A família colocou a hipotese de sequestro, já que a jovem ter-se-á queixado à irmã que andava a ser perseguida por uma "homem alto de cabelo preto".