Um emocionante depoimento escrito por José Alberto Carvalho sobre o desaparecimento de Manuel Forjaz foi a página mais vista no site da TVI24, durante o mês de maio. Partilharam ambos o ecrã no programa «28 minutos e sete segundos de vida» e dividiram a palavra amizade. «Morreu um amigo. O dia está lindo. Era assim que ele queria. Morreu um amigo de todos os amigos que não sabiam que eram amigos dele e muitos que eram sem que ele soubesse», escreveu o diretor de Informação da TVI sobre Manuel Forjaz.
 
Foi também a vez de dizer a deus ao ator José Wilker, vítima de enfarte. O coronel Jesuíno, personagem marcante de «Gabriela, Cravo e Canela» tinha 66 anos e o carinho do Brasil e de Portugal no coracão.
 
Outro óbito – ainda mais precoce - marcou o mês. Pedro Cunha, ator de 33 anos, foi encontrado em sua casa sem vida. Na TVI, tinha participado na novela «Doida por Ti», entre outras. A notícia do suicídio marcou as redes sociais.
 
Na madrugada de 14 para 15 de abril a Lua cheia teve outro encanto em várias partes do globo, mas não por cá. Um eclipse total deixou a Lua vermelha, por mais de uma hora. Um acontecimento raro, que só ocorre quando existe um alinhamento perfeito entre a Terra, a Lua e o Sol.