O Governo vai atribuir 340 mil euros às casas abrigo que integram a rede nacional de apoio às vítimas de violência doméstica, no âmbito de novos apoios financeiros que totalizam cerca de 790 mil euros.

Fonte do gabinete de Teresa Morais adiantou à Lusa que estão definidos 340 mil euros para as casas de abrigo, destinados ao melhoramento das suas condições de habitabilidade e conforto.

«A atribuição deste apoio, proveniente das verbas dos jogos sociais afetas à área da Igualdade de Género, será formalizada através da assinatura de cartas de compromisso pelas entidades gestoras das Casas de Abrigo e destina-se ao acolhimento de emergência de mulheres vítimas e dos seus filhos menores e ao melhoramento das condições de habitabilidade e de conforto das casas de abrigo», lê-se no comunicado enviado às redações e que a Lusa cita.

A formalização dos novos apoios será feita sábado, dia 14 de dezembro, no dia em que a secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Teresa Morais, vai fazer o balanço das II Jornadas Nacionais contra a Violência Doméstica.

Por outro lado, os Núcleos de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica vão receber cerca de 450 mil euros para «reforço das valências de apoio social, jurídico e psicológico às vítimas», mas também para realização de ações de formação sobre o tema da violência doméstica «junto de públicos estratégicos», em parceria com escolas, autarquias, empresas ou organizações da sociedade civil.