O ministro da Cultura, João Soares, demitiu, nesta segunda-feira, o presidente do Centro Cultural de Belém, António Lamas, e nomeou Elísio Summavielle para o substituir.

“O ministro da Cultura João Soares recebeu esta segunda-feira, 29 de fevereiro, à noite, no seu gabinete, o Professor António Lamas, a quem entregou cópia do despacho da sua exoneração do cargo de presidente do Centro Cultural de Belém”, refere em comunicado o Ministério da Cultura.

“O novo presidente do Centro Cultural de Belém será o Dr. Elísio Summavielle”, acrescenta o curto comunicado.

Na sexta-feira, João Soares afirmou aos deputados que, na segunda-feira, iria demitir o presidente do Centro Cultural de Belém.

Em causa, nesta discordância entre António Lamas e João Soares, está o projeto de gestão integrada do chamado "eixo Belém-Ajuda", cuja estrutura de missão foi extinta na semana passada, em Conselho de Ministros.

João Soares afirmou que não ter "a menor das hostilidades do ponto de vista pessoal" com António Lamas – nomeado presidente do CCB em 2014 -, mas lamentou "uma gestão pouco prudente", dando como exemplo que "seis milhões [de euros] das reservas foram gastos nos últimos tempos".