O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, apontou uma “terceira tese” para a origem do incêndio de Pedrógão Grande e que tem a ver com as linhas de média e alta tensão que existem na região. Em declarações à TVI24, este domingo, Marta Soartes disse ainda que, perante as novas informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), só “um raio telecomandado” podia ter gerado aquele fogo.

O responsável explicou, na TVI24, que há linhas de média e alta tensão na zona onde lavrou o incêndio e que estas, com as temperaturas muito altas, podem gerar um fenómeno que é chamado de "arco voltaico". 

“Pode haver uma terceira tese: a primeira está excluída, a do raio, a segunda, a de mão criminosa pode continuar, e há uma terceira que gostaria que se averiguasse: se porventura não houve efeito do arco voltaico. (…) Passam ali naquela zona linhas de média e alta tensão. Tenho para mim que as linhas de alta e média tensão, com temperaturas muito altas e com o vento, não se tocando, aproximando-se, podem criar efetivamente descargas elétricas, que é o chamado arco voltaico.”

Marta Soares disse que há “um corte" num desses cabos que existe na região. 

O presidente da Liga dos Bombeiros reagiu aos dados que surgem no novo relatório do IPMA, que foi entregue ao primeiro-ministro na sexta-feira. O documento indica que não houve trovadas no local onde começou o incêndio, à hora do início do fogo, o que contraria as informações avançadas pela Polícia Judiciária na manhã seguinte ao início das chamas.

Marta Soares recordou, a este propósito, que o IPMA já tinha divulgado um documento em que demonstrava que não tinha caído nenhum raio na região. O presidente da Liga dos Bombeiros disse, com ironia, que só um raio “telecomandado” podia ter originado o fogo.

“O IPMA lançou no seu site um documento em que demonstrava que entre as 13:00 e as 16:00 de sábado, naquela zona do incêndio não tinha caído nenhum raio nem positivo nem negativo, portanto só alguma invenção, só algum raio telecomandado ou teleguiado é que foi aquele sítio fazer aquele incêndio."