o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, para esta sexta-feira, céu pouco nublado ou limpo no continente, apresentando-se geralmente muito nublado e com neblinas ou nevoeiros no litoral entre Sines e o rio Douro até meio da manhã.

Segundo o IPMA, esta nebulosidade poderá persistir até meio da tarde em alguns locais da faixa costeira a norte do cabo da Roca.

A partir da tarde, adianta o Instituto, está previsto um aumento de nebulosidade por nuvens médias e altas nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela.

A previsão aponta ainda para vento fraco, soprando temporariamente moderado de leste na costa sul do Algarve a partir da manhã e do quadrante sul nas terras altas, pequena descida da temperatura mínima na região Sul e descida da máxima no litoral a norte do cabo da Roca, que será acentuada em alguns locais.

No que diz respeito às temperaturas, as mínimas vão oscilar entre 8 graus Celsius (em Braga e Bragança) e os 18 (em Faro) e as máximas entre 19 (em Viana do Castelo) e os 32 (em Évora e Beja).

Já o arquipélago da Madeira está entre hoje e domingo sob ‘aviso amarelo’ devido à previsão de tempo quente.

O 'aviso amarelo', o terceiro de uma escala de três, indica situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje na Madeira céu geralmente muito nublado por nuvens médias e altas, vento em geral fraco do quadrante leste, soprando moderado do quadrante sul nas zonas montanhosas e pequena subida de temperatura.

No Funchal, as temperaturas vão variar entre 21 e 29 graus celsius.

Mais de 40 concelhos em risco máximo de incêndio

Mais de 40 concelhos de sete distritos de Portugal continental apresentam hoje risco ‘máximo’ de incêndio. Em causa estão concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Viseu e Bragança.

O IPMA colocou ainda em risco ‘muito elevado’ e ‘elevado’ de incêndio vários concelhos de quase todos os distritos do continente (18).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o ‘reduzido’ e o ‘máximo’.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.