Dez distritos de Portugal estão sob aviso laranja devido à chuva forte durante o dia, com o mau tempo a deslocar-se de norte para sul, onde chegará durante a tarde, anunciou o IPMA.

Segundo disse à Lusa a meteorologista Maria João Frada, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Portugal está a ser atingido por «uma massa de ar bastante quente, relativamente instável, que à sua passagem dá precipitação forte e bastante ativa, a começar pelo norte, indo gradualmente descer para sul».

Os distritos do litoral norte desde Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Viseu, Aveiro Leiria e Coimbra estão sob aviso laranja devido à chuva forte e à possibilidade de fenómenos extremos de vento, que vigora até às 12:00 de hoje.

Já os distritos mais a sul, nomeadamente Beja e Faro, vão estar igualmente sob aviso laranja entre as 18:00 e as 00:00 de hoje.

Segundo a meteorologista, os restantes distritos do território nacional, assim como as ilhas açorianas dos grupos central e ocidental, estão sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima, com as ondas a chegarem aos seis metros no arquipélago dos Açores, e rajadas de vento forte.

Maria João Frada adiantou ainda que o Porto foi atingido durante a madrugada por «chuva forte», um distrito «onde ocorreram 20 ml (mililitro) ou mais numa hora, assim como o distrito de Vila Real».

Segundo a meteorologista, a meio da tarde desta quinta-feira a precipitação forte irá atingir a região mais a sul do país, nomeadamente Setúbal e Beja, e depois chegará ao distrito de Faro ao final do dia.

Maria João Frade explicou ainda que durante a tarde o mau tempo irá dar tréguas à região norte, mas alertou que está previsto «um agravamento da situação ao final do dia de hoje, a prolongar-se para o dia de amanhã [sexta-feira], com aguaceiros por vezes fortes, que podem ser de granizo e acompanhados de trovoada especial nos distritos do litoral a norte do cabo carvoeiro».

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu quarta-feira um aviso à população, a alertar para um agravamento do estado do tempo a partir do fim desta quinta-feira, que deverá prolongar-se pelas próximas 48 horas.

Em comunicado, a ANPC alertou para a possibilidade de períodos de chuva, por vezes forte, com condições para a ocorrência de trovoada, com maior intensidade e persistência no Minho e no Douro Litoral, durante a madrugada e manhã desta quinta-feira.

Ao final do dia de hoje e até ao final da madrugada de sexta-feira, as condições meteorológicas deverão manter-se, com maior incidência ao final do dia de hoje no Algarve, lê-se no comunicado.

Quanto às temperaturas, o IPMA prevê para hoje máximas de 21 graus celsius em Faro, 20 em Leiria, 19 em Sagres, Sines, Porto, 18 em Lisboa, Coimbra e Viana do Castelo. Guarda será a cidade mais fria onde são esperados 10 graus de máxima.

Para as ilhas, na ilha da Madeira o Funchal prevê 24 graus de máxima, enquanto nos Açores, Ponta Delgada e Horta chegam aos 19, Santa Cruz das Flores e Angra do Heroísmo aos 18.