[notícia atualizada às 23:06]

O cavaleiro tauromáquico João Moura, que esta tarde sofreu um traumatismo crânio encefálico devido a uma queda do cavalo, em Monforte, foi transferido às 22:30 para o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, segundo fonte hopsitalar.

A fonte do Hospital de Portalegre, onde o cavaleiro deu entrada e foi «feita uma Tomografia Axial Computorizada (TAC), na qual lhe foi diagnosticado um pequeno foco de contusão hemorrágico à esquerda», explicou que João Moura foi transferido para o Serviço de Neurocirurgia do Hospital de São Francisco Xavier (HSFX).

Segundo a mesma fonte, a razão do transporte do cavaleiro para Lisboa, por ambulância, deve-se apenas ao facto de não haver nenhum neurocirurgião no Hospital de Portalegre e não a qualquer agravamento do estado de saúde de João Moura.

O cavaleiro tauromáquico sofreu esta quinta-feira um traumatismo crânio encefálico, com perda de conhecimento, devido a uma queda de um cavalo, tendo sido transportado para o hospital de Portalegre, disse à agência Lusa fonte hospitalar, acrescentando que «não corre risco de vida».

Em declarações à agência Lusa, o médico do hospital de Portalegre Miguel Ângelo relatou que «o toureiro chegou consciente e estável, tendo feito uma tomografia axial computorizada (TAC), na qual lhe foi diagnosticado um pequeno foco de contusão hemorrágico à esquerda».

De acordo com o clínico, «não há problemas a nível da coluna vertebral» do toureiro.

A fonte adiantou que a queda ocorreu na Quinta de Santo António, em Monforte, Alentejo, propriedade do toureiro, ao final da tarde, tendo os bombeiros sido alertados às 19:00.

Por apurar estão as circunstâncias em que se deu a queda.