Manuel Baltasar, que está a monte há mais de uma semana, depois de ter disparado sobre quatro familiares, matando duas e ferindo com gravidade a ex-mulher e a filha, foi visto por um padeiro no concelho, em Trevões.

O presumível homicida de Valongo dos Azeites, que é procurado pela GNR desde dia 17, saiu do mato para mandar parar a carrinha do pão. No contacto com o padeiro, João, comprou pão e perguntou pelo estado de saúde da filha, escreve o Diário de Notícias neste sábado.

Manuel Baltasar disse ao padeiro que não queria fazer mal à filha, que está internada em Coimbra após ter sido operada ao tórax, comprou o pão e voltou a refugiar-se na mata que é propriedade do irmão.

Na sexta-feira, a GNR e a Polícia Judiciária reforçaram as buscas depois de Manuel Baltasar ter sido avistado no concelho.