A alimentação artificial de areia das praias da Costa da Caparica está a decorrer a bom ritmo e já foi dada por concluída nas praias do Tarquínio/Paraíso, CDS e Santo António, anunciou esta quarta-feira a Câmara de Almada.

Até 24 de agosto, as praias da Caparica vão receber um milhão de metros cúbicos de areia retirada do canal de Lisboa, mas cada uma das praias - ou troços de praia com um máximo de 200 metros - só é interditada durante o período em que decorrem os trabalhos, cerca de uma semana.

A reposição de areias das praias da Caparica que foram arrastadas pelo mau tempo do último inverno vai custar cerca de cinco milhões de euros à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entidade responsável pela realização dos trabalhos, iniciados no passado dia 07 de julho.

De acordo com APA, a reposição de areias vai prosseguir na Praia Nova/Praia da Saúde (30 de julho a 03 de agosto), Praia de São João, troço junto à obra de estrutura aderente (31 de julho a 09 de agosto), Praia Nova (3 a 5 de agosto) e Praia do Dragão Vermelho (05 a 09 de agosto).

A Praia de São João, mais extensa, foi dividida em diversos troços, estando prevista a seguinte calendarização: troço do Bar Pé Nú - Bar Kontiki (10 a 12 de agosto), troço do Bar Kontiki - Bar Sol (13 a 15 de agosto), (troço do Bar Sol - Bar Parque (16 a 18 de agosto), troço do Bar Bar Parque - Bar Palmeiras (19 a 21 de agosto) e troço do Bar Palmeiras - Bar Sol Nascente (22 a 24 de agosto).