A PSP deteve 504 pessoas, desde o dia 13, quase metade por condução sob o efeito de álcool, no âmbito da Operação Festas Seguras, anunciou esta quinta-feira aquela polícia, referindo que a criminalidade baixou 27 por cento.

Até quarta-feira, a PSP contabilizou 235 condutores com taxa de alcoolemia superior a 1,2 gramas por litro de sangue.

A PSP destaca, em comunicado, que a criminalidade em geral baixou 27 por cento, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Na criminalidade violenta e grave, a redução foi de 16 por cento e nos furtos em residência foi de 39 por cento.

De acordo com a mesma fonte, os furtos em automóveis diminuíram 38 por cento e os de carteiristas 14 por cento.

No âmbito da sinistralidade rodoviária, verificaram-se quatro mortes, menos uma do que em 2012.

Também o número de acidentes diminuiu: menos 641 do que os 2.083 verificados no ano passado.

Foram fiscalizados mais de 30.000 automóveis e feitas cerca de 1.300 autuações, em 13 dias, por condução sem cinto de segurança (57), uso de telemóvel (192) , entre outras situações, como condutores que não deram prioridade a peões nas passadeiras (30).

Além dos detidos, foram identificados 7.000 condutores com taxa de álcool superior a 0,5 gramas.

«No que ao excesso de velocidade diz respeito, foram autuados mais de 860 condutores», afirma a PSP, precisando que 610 sofreram autuações graves.

Foram ainda apreendidas 28 armas, 12 de fogo, e mais de 3.400 doses de droga, sobretudo sintéticas e haxixe.

A polícia diz que vigiou 42 residências durante o primeiro período da operação, «sem qualquer assalto verificado».

A PSP recorda que até ao dia 01 é possível solicitar este serviço gratuito na esquadra mais próxima.

Para quem ainda vai viajar, a PSP aconselha a circular com as luzes ligadas durante todo o trajeto, mesmo de dia.