Em apenas sete meses, de janeiro ao final de julho deste ano, foram apanhados pela Polícia Judiciária quase 100 pedófilos.

Os números, em concreto, são avançados pelo «Correio da Manhã», na sua edição desta quarta-feira, com base no relatório da Unidade de Informação de Investigação e Criminal da PJ.

Ao certo, entre 1 de janeiro e 31 de julho, foram detidos 93 pedófilos, mais 23 do que no mesmo período do ano passado. Do total, 29 ficaram em prisão preventiva.

As violações estão no topo nas detenções: já foram apanhados 28 agressores, menos do que no ano passado (tinham sido 53), sendo que 11 ficaram em prisão preventiva.

Depois, a pornografia de menores, que descobriu 17 criminosos. Sete homens estão em prisão preventiva a aguardar julgamento.

Estes números são conhecidos um dia depois de ter sido noticiado que o Governo preparou uma proposta de lei que permitirá aos pais de crianças até aos 16 anos tomarem conhecimento dos pedófilos condenados que residam perto da sua casa ou da escola que os filhos frequentam.