Durante mais uma audiência do caso que opõe os pais de Madeleine McCann ao ex-inspetor da Polícia Judiciária de Faro, Gonçalo Amaral, acusado de difamação pelo casal britânico, a mãe da menina desaparecida no Algarve em 2007 reproduziu um diálogo que teve com o seu filho Sean.

Sean, segundo o relato da BBC terá perguntado à mãe «porque é que o senhor Amaral diz que tu escondeste a Maddie?».

Sean e a irmã gémea, Amelie, eram pouco mais novos que Maddie e estavam a dormir no quarto com a irmã quando esta desapareceu do Ocean Club, na Praia da Luz, no Algarve, a 3 de maio de 2007.

O irmão, atualmente com cerca de dez anos, ouviu esta declaração no rádio do autocarro da escola e confrontou a mãe com a acusação.

Kate usou este exemplo para mostrar o «desespero» que sentiu «por causa das injustiças» publicadas no livro do ex-inspetor da PJ, argumentando que foi «muito doloroso», uma vez que a narrativa de Gonçalo Amaral insinua a participação dos pais no desaparecimento da criança.

«Antes e durante a leitura do livro, senti angústia, desespero e raiva», também declarou Gerry McCann, pai de Madeleine McCann.

O casal McCann prestou declarações durante o julgamento que decorre no Palácio da Justiça, em Lisboa, do processo em que pedem uma indemnização de 1,2 milhões de euros por difamação ao ex-inspetor da PJ.