As autoridades policiais estão a investigar as circunstâncias do acidente de viação que causou a morte a dois portugueses e ferimentos em outros três, no domingo, em Clermont Ferrand, França, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades.

Os portugueses, quatro homens e uma mulher, são emigrantes na Suíça, residindo na área de Genebra. A maioria das vítimas é da zona de Valpaços.

Segundo informação transmitida pelo secretário de Estado, o acidente ocorreu pelas 06:15 de domingo, na A89, junto à comuna de Lezoux, em Clermont Ferrand. Além de duas vítimas mortais, o acidente causou ainda um ferido grave, que foi internado num hospital local, mas já saiu entretanto dos cuidados intensivos.

Um casal que viajava no carro sofreu apenas ferimentos ligeiros e ficou alojado, na noite passada, num hotel propriedade do cônsul honorário em Clermont Ferrand, devendo regressar ainda hoje à sua residência em Genebra.

Em declarações à Lusa, José Cesário referiu que as autoridades policiais estão a investigar as causas do acidente e deverão em breve ouvir o ferido grave.

«Aparentemente, o acidente terá acontecido na sequência de um despiste», disse o governante, que referiu que também «ainda não é claro que os portugueses estivessem a vir de férias».

Na carrinha em que viajavam transportavam «materiais de construção, incluindo uma betoneira», que terá causado a morte a um dos ocupantes.

A cônsul geral de Lyon e o cônsul honorário de Clermont Ferrand têm acompanhado permanentemente a situação, noticia a Lusa.