Um grupo de fiéis lituanos participa neste domingo no último dia da peregrinação de outubro em Fátima, depois de percorrer cerca de 4.400 quilómetros a pé, disse à agência Lusa um dos elementos, Maria Elias.

A peregrinação teve início a 19 de maio, na Colina das Cruzes, na Lituânia, e terá o seu desfecho a 31 de outubro, em Guadalupe, no México, estando a ser promovida pela Associação de Ocupação Sadia do Lazer «Piligrinas».

O grupo carrega uma cruz que pesa cerca de 65 quilos, em sinal de penitência pelos pecados pessoais e do mundo, mas a viagem é também «uma forma de agradecimento a Deus», explicou à Lusa o lituano Maria Elias.

No total, os devotos católicos vão cumprir quase 5.000 quilómetros até Guadalupe, numa jornada que passa pelos maiores santuários do mundo, explicou, salientando que até agora as melhores receções aconteceram na Polónia e m Portugal, por esta ordem, e a pior na Alemanha «por razões religiosas».

No final de abril, o grupo recebeu uma carta do papa a abençoar a peregrinação.

Desde que chegaram a Fátima que se encontram acomodados no Centro Pastoral Paulo VI, ¿em excelentes instalações¿, mas durante a viagem que já atravessou Polónia, República Checa, República Checa, Alemanha, Suíça, França, Espanha e Portugal ¿a dormida tem sido feita no chão de locais como escolas, casas particulares e paróquias, adiantou Maria Elias.

A jornada surge por ocasião do Ano da Fé, do Jubileu de 600 anos do Batismo dos Samogitianos e do aniversário de 20 anos da visita à Lituânia do papa João Paulo II.