Notícia atualizada às 22:24

Todos os distritos estão em alerta amarelo devido ao mau tempo, a partir das 20:00 desta sexta-feira e até às 12:00 de sábado. A Proteção Civil alerta para a chuva, para as ondas, que podem chegar aos 10 metros, e acrescenta que é «expectável a ocorrência de fenómenos extremos de vento».

Circulação na foz do Douro cortada devido ao mau tempo

A Proteção Civil informa em comunicado que todos os distritos do país ficam em alerta amarelo.

Na noite desta quinta para sexta-feira aguardam-se períodos de chuva forte e «fenómenos extremos de vento» que podem chegar aos 100 quilómetros por hora em todo o litoral, de norte a sul.

Também é possível a queda de granizo. Ainda neve nas terras altas e ondas que podem chegar aos sete metros a norte do cabo Carvoeiro.

A Proteção Civil pede cautelas redobradas de modo a minimizar os riscos do meu tempo, já que o piso nas estradas vai estar escorregadio e há a possibilidade de cheias.

A ANPC também recomenda que as atividades relacionadas com o mar sejam canceladas.



Toda a costa de Portugal continental vai estar também na sexta-feira sob aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, devido à previsão de forte agitação marítima, anunciou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a página do IPMA na Internet, a costa dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estará sob aviso amarelo a partir das 00:00 de sexta-feira e irá manter-se até às 08:59 de sábado, à exceção de Faro, onde o aviso se mantém até às 12:59, devido à previsão de agitação marítima, com ondas de noroeste, com cinco a seis metros de altura, podendo chegar a sete a oito.

O IPMA colocou ainda sob aviso amarelo os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Coimbra, devido à previsão da queda de aguaceiros, por vezes fortes, e de neve; Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda e Castelo Branco devido à previsão da queda de neve; e Aveiro, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, que podem ser acompanhados de trovoada.

O aviso laranja significa que existe «uma situação meteorológica de risco moderado a elevado», enquanto o amarelo diz respeito a «risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica».

O IPMA elevou hoje de laranja para vermelho (o nível mais grave de uma escala de quatro) o aviso para a costa norte da Madeira e do Porto Santo, por causa da agitação marítima, estando previstas ondas de sete a oito metros.

De acordo com o IPMA, a costa norte da Madeira e a ilha do Porto Santo vão estar sob aviso vermelho entre as 18:00 de sexta-feira e as 06:00 de sábado.

A costa norte da ilha e o Porto Santo vão estar sob aviso laranja entre as 12:00 e as 18:00 de sexta-feira.

O comandante da Zona Marítima da Madeira, Félix Marques, admitiu hoje vedar alguns acessos mais visitados por turistas na costa norte da região, caso a agitação marítima assim o justifique.

Félix Marques disse que a atenção será redobrada «na zona das piscinas naturais do Porto Moniz e em São Vicente», ambos concelhos da costa norte da Madeira, pontos turísticos com alguma relevância.

O IPMA colocou ainda a Madeira sob aviso amarelo devido à previsão de vento de noroeste com rajadas da ordem dos 80 quilómetros/hora, sendo de 100 quilómetros/hora nas terras altas, entre as 06:00 de sexta-feira e as 08:00 de sábado.