As notas dos exames do ensino secundário de Português e Português Língua Não Materna, de 1.ª fase, são esta quinta-feira afixadas, depois de a greve dos professores, em junho, ter obrigado à realização de exames em datas diferentes.

«As pautas referentes às classificações dos exames finais nacionais de Português e Português Língua Não Materna, nível inicial e intermédio, realizadas nos dias 17 de junho de 2013 e 2 de julho de 2013, são afixadas no dia 11 de julho de 2013», determinou o Ministério da Educação e Ciência (MEC), num despacho publicado em Diário da República a 02 de julho, com o qual procedia a alterações ao calendário escolar, com o objetivo de «minimizar os efeitos da greve» dos professores.

Os docentes estiveram em greve durante quase todo o mês de junho, para contestar a aplicação da mobilidade especial à função pública e o aumento do horário de trabalho, tendo feito, ao longo de quase três semanas, greve às reuniões de avaliação e paralisado por completo a 17 de junho, com consequências para a realização do exame nacional de Português do 12.º ano, agendado para esse dia.

O facto de muitos alunos do ensino secundário terem ficado impedidos de realizar o exame, devido à greve, obrigou o MEC a marcar uma segunda data, 02 de julho, ainda dentro da primeira fase de exames nacionais, para que os estudantes prejudicados a 17 de junho pudessem realizar a prova.

As notas de Português serão assim conhecidas no mesmo dia, não se diferenciando os alunos que realizaram a prova nacional a 17 de junho daqueles que apenas a fizeram a 02 de julho.

Os exames nacionais do secundário, determinantes para o acesso dos alunos ao Ensino Superior, iniciaram-se com a prova de Português, a 17 de junho, em dia de greve dos docentes, estando inicialmente previsto que a primeira fase decorresse até 26 de junho.

Devido à greve, a primeira fase prolongou-se, no entanto, até 02 de julho, quando cerca de 15 mil alunos fizeram a prova de Português, por perturbações decorrentes da greve.

Quase 74.500 alunos estavam inscritos para o exame, a 17 de junho, dia em que os professores paralisaram.

Na quarta-feira foram conhecidas as notas de todos os outros exames do ensino secundário (11.º e 12.º anos), realizados na primeira fase.

As médias dos exames nacionais do ensino secundário a Matemática A, Biologia e Geologia e Física e Química A, na primeira fase, foram negativas, com notas médias entre 7,8, a Física e Química, e 8,2, a Matemática A.

Esta quinta-feira inicia-se igualmente o prazo para a inscrição nos exames nacionais do ensino secundário da 2.ª fase, que decorre até 15 de julho. Estas provas vão decorrer de 16 a 18 de julho.