Uma turista alemã de 48 anos morreu, este domingo, na sequência de uma queda quando fazia uma caminhada num percurso pedestre na levada da Ribeira do Alecrim, na zona do Rabaçal, disse fonte dos bombeiros da Calheta.

Segundo o comandante da corporação, João Alegria, a mulher fazia a caminhada acompanhada pelo marido e caiu de uma altura de 20 metros.

O alerta foi dado para o número de emergência (112) que informou a corporação dos bombeiros da localidade e que constataram a morte, adiantou o mesmo responsável.

Para o local foram deslocados um grupo de dez elementos dos bombeiros da Calheta, duas viaturas e uma equipa de resgate em montanha.

Este é o segundo caso de morte de turistas na sequência de quedas durante passeios nas serras da Madeira, tendo o anterior ocorrido a 7 de junho quando os corpos de um casal alemão, que esteve desaparecido durante quatro dias, foram encontrados numa ravina, 100 metros abaixo da vereda entre as Babosas e o Bom Sucesso, na freguesia do Monte, no concelho do Funchal.

O percurso pedestre (levada) onde ocorreu o acidente de hoje não é considerado perigoso, sendo efetuado por muitos residentes e visitantes.