O jardim do Torel, situado na freguesia de Santo António, em Lisboa, vai ser transformado numa «praia» durante o mês de agosto.

Na sexta-feira é inaugurada neste jardim, a cerca de cinco minutos da Avenida da Liberdade, uma «praia urbana» que visa recriar aquilo que uma praia costuma oferecer, desde uma zona para ir a banhos, através de um lago com profundidade entre 90 centímetros e 1,50 metros (que terá capacidade total para 50 pessoas e será vigiado por dois nadadores-salvadores) a um espaço de 400 metros quadrados com areia para estender a toalha, no qual serão colocados 60 chapéus de sol.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, explicou, esta quarta-feira, que este conceito se prende com uma tradição dos lisboetas. «Todos nós em pequenos já mergulhámos dentro de um lago na cidade», recordou.

De entrada gratuita, a «praia» estará disponível não só para os fregueses como para toda a cidade até 31 de agosto, oferecendo também atividades físicas, atuações de DJ e cinema ao ar livre.

O objetivo é «trazer as pessoas para o centro e mostrar o que de bom tem esta zona», adiantou Vasco Morgado.

Ao todo, foram investidos 7.400 euros, mas, segundo o autarca, a iniciativa não representou qualquer custo para o erário público, já que são os patrocinadores a acarretar todos os custos.

A maioria destes patrocinadores pertence à freguesia de Santo António, quem estará a explorar o bar é um comerciante local e o mesmo acontece com a concessão dos gelados e da limonada.

No final, o dinheiro atribuído à iniciativa e que não for gasto vai ser usado para fazer «pequenas recuperações» nos restantes jardins da zona, contou Vasco Morgado.

A «praia» do Torel vai funcionar todos os dias entre as 10:00 as 20:00, tendo horários mais alargados ao fim de semana, com as festas de final do dia a começarem às 19:00, a escalada a funcionar entre as 19:00 e as 20:00 e o cinema ao ar livre a ser projetado nas paredes do lago às 21:30 de sábado.