O mês de fevereiro registou o valor mensal mais elevado de precipitação dos últimos 35 anos, tendo sido classificado como «muito chuvoso», segundo o boletim climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O boletim climatológico mensal refere que o mês de fevereiro se caracterizou «por valores de temperatura média próximos do valor normal e de precipitação muito superior ao normal».

De acordo com o IPMA, o valor médio da quantidade de precipitação em fevereiro, 210 milímetros, foi duas vezes superior ao valor normal, registando-se valores superiores aos verificados no último mês apenas em cerca de 15 por cento dos anos.

O boletim adianta que o passado mês de fevereiro foi o mais chuvoso dos últimos 35 anos, sendo classificado de «chuvoso» ou «muito chuvoso» em quase todo o território, exceto na região sudeste onde foi normal a seco.

O IPMA indica também que o valor médio da temperatura média do ar, 10,24 graus, foi ligeiramente superior ao valor normal em mais 0,16 graus.

Enquanto o valor médio da temperatura máxima do ar foi inferior ao valor normal com uma anomalia de menos 0,56 graus, a temperatura mínima foi superior ao valor médio com uma anomalia de mais 0,89 graus.

O boletim climatológico mensal dá ainda conta da «tempestade Stephanie», que se registou em Portugal Continental a 09 de fevereiro, e que originou precipitação forte, com aguaceiros por vezes sob a forma de granizo, e vento forte com rajadas muito fortes, superiores a 100 quilómetros por hora, em vários locais.

A rajada máxima, de 134 quilómetros por hora, foi registada no Cabo da Roca, cita a Lusa.