A Associação de Estudantes da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa está desde as 08:00 frente ao Ministério da Educação, em Lisboa, para contestar os cortes orçamentais no Ensino Superior, disse à Lusa fonte da direção.

«Exigimos falar com o ministro da Educação. Se convocou os estudantes para falar da praxe, também os deve ouvir sobre outros problemas. Há milhares de alunos a abandonarem o Ensino Superior por dificuldades financeiras», afirmou Paulo Antunes, da direção da associação.

Segundo o dirigente estudantil, a delegação que protesta em frente ao ministério é composta por 10 a 20 elementos: «Há alunos que tiveram aulas durante a manhã e poderão vir mais à tarde», como relata à Lusa.

Os alunos enviaram na quarta-feira um pedido de reunião ao Ministério da Educação, dia em que se manifestaram na avenida 05 de Outubro os estudantes de Belas Artes da Universidade do Porto, por idênticos motivos.