8 de dezembro. 16 horas. Emanuela Ivan e a filha atravessavam a Estrada Nacional 125, ao quilómetro 82, na localidade de Benfarras, Loulé, quando foram brutalmente atropeladas por um carro que circulava em excesso de velocidade.

A cidadã romena, de 27 anos, e a filha, de três, tinham sido deixadas na berma da estrada, em frente a casa, «por um carro que inverteu a marcha a cerca de 20 metros do local onde as deixou», revelou ao tvi24.pt fonte do Comando Territorial de Faro.

Ao que o tvi24.pt apurou, o carro que atingiu mãe e filha embateu na viatura que as tinha deixado na berma da estrada depois de uma ultrapassagem em excesso de velocidade. Essa ultrapassagem foi feita a um terceiro carro que, supostamente, terá abrandado para deixar Emanuela e a criança atravessarem a estrada e assistiu a todo o acidente.

Dada a brutalidade do atropelamento, a jovem ficou ferida com gravidade, tendo sido transportada para o Hospital de Faro, onde viria a falecer depois de cinco dias em coma. Já a menina, de acordo com a GNR, «sofreu alguns ferimentos que não colocavam em risco a sua vida».

«O outro ferido foi o condutor da viatura que deixou mãe e filha e que foi embatido pela viatura que atropelou a senhora e a criança enquanto atravessavam a estrada», afirmou fonte da GNR.

Onda de solidariedade com a família

A morte da jovem Emanuela, de 27 anos, há duas semanas, gerou uma onda de solidariedade com a família, que não tem dinheiro para levar a filha para junto de si.

Os amigos da jovem criaram um site para ajudar a família a repatriar o corpo para a Roménia, para que família e amigos se possam despedir de Emanuele sem milhares de quilómetros pelo meio.

«Por favor ajudem com qualquer cêntimo que possam dar, a enviar a adorável Emma para casa, para perto da família para que eles se possam despedir dela. O dinheiro que sobrar será para a pequena menina que perdeu a mãe neste trágico acidente», pode ler-se no site, que foi criado em inglês.

Até ao momento, 47 pessoas ajudaram nesta causa, num total de 818 euros angariados.