O Batalhão de Sapadores Bombeiros de Vila Nova de Gaia registou hoje seis ocorrências em menos de uma hora devido à queda intensa de chuva ao final da manhã, sobretudo a partir das 12h:45, disse fonte da corporação.

As situações reportadas aos bombeiros prenderam-se com «água na estrada em risco de entrar dentro de habitações», uma ribeira «que saiu do caudal» e que também ameaçava algumas casas e a cabos elétricos na via pública, em curto-circuito, adiantou à Lusa fonte dos Sapadores.

A mesma fonte referiu o relato de cerca de «seis ocorrências» relacionadas com «o pé de água que caiu por volta das 12:45 e até perto das 14:00» e indicou que, tratando-se de situações na via pública, são acionadas as empresas das águas e da eletricidade.

A fonte dos Sapadores esclareceu que o registo de água na estrada a ameaçar habitações aconteceu na Rua de Entrecampos, em Oliveira do Douro.

Na Madalena, «uma ribeira começou a transbordar e, antes de começar a entrar dentro das casas» os moradores avisaram os bombeiros, que por sua vez comunicaram o caso à Águas de Gaia, indicou fonte da corporação.

Já perto das 14:00, os Sapadores receberam a indicação da existência de «cabos em curto-circuito» na via pública, em Gulpilhares, motivo pelo qual chamaram a EDP.

Entretanto, devido ao mau tempo que se tem feito sentir na zona do Grande Porto (sobretudo chuva intensa, desde o início da manhã), a Câmara de Matosinhos anunciou o cancelamento do concerto dos Expensive Soul, agendado para hoje às 22:00 na marginal do concelho.

Em comunicado, a autarquia explica que «o mau tempo» esteve «na origem da decisão», que adia para domingo a realização do evento.

«Por força das condições meteorológicas adversas, a Câmara de Matosinhos decidiu adiar o concerto dos Expensive Soul que devia realizar-se esta noite, pelas 22:00, na marginal de Matosinhos. O espetáculo deverá, assim, acontecer amanhã, domingo, à mesma hora e no mesmo local», revela o município.