A menina irlandesa de 14 meses que foi retirada aos pais há dois dias, num hotel, em Albufeira, alegadamente por estarem embriagados, vai ser devolvida aos progenitores.

A família vai regressar ao Reino Unido onde será acompanhada pelos serviços sociais proteção e menores.

Esta decisão foi tomada pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Albufeira, encarregue de avaliar este caso.

São informações confirmadas à TVI pela presidente da CPCJ, que ouviu os pais esta terça-feira de manhã.

A menina deverá passar a noite no hospital de Faro e poderá ter alta na quarta-feira.

Foi a GNR que a retirou aos pais ao início da noite de domingo, depois de alertada por hóspedes deste hotel em Albufeira em choque com o que viram: a mãe estava na varanda de um 8º andar, a cambalear, aos encontrões às paredes, com a filha ao colo. Testemunhas também garantiram ter visto os pais a atirar a menina à piscina.

A GNR chamou o INEM, e a mãe acabou por confessar ter dado sedativos à filha, que estava acordada, sem chorar, e com algumas escoriações nas pernas.

Os pais não foram detidos por não ter havido flagrante, mas foram constituídos arguidos por suspeitas de negligência grave.