A Guarda Nacional Republicada deteve 40 pessoas em flagrante delito, uma das quais por homicídio, em várias operações de combate à criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária, anunciou na terça-feira a GNR.

Segundo a GNR, das 40 detenções realizadas, uma foi por homicídio, 25 por condução sob o efeito do álcool, cinco por condução sem habilitação legal, uma por furto de veículo, duas por tráfico de droga, uma por posse ilegal de armas e cinco por outros crimes não especificados

Nas várias operações, foram também apreendidas 196 doses de haxixe, seis doses de heroína, nove doses de cocaína, uma balança de precisão e uma arma de fogo, adianta a GNR num comunicado publicado na sua página na internet.

Os militares elaboraram 39 autos de notícia e 1.294 autos de contraordenação a legislação diversa.

As operações decorreram na segunda-feira nos distritos de Aveiro, Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Lisboa, Madeira, Porto, Portalegre, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu e nos Açores.