Foi encontrada a criança de Tavira desaparecida há mais de dois anos. Alice estava na Bélgica com a avó e agora encontra-se numa instituição. Ainda não são conhecidos pormenores sobre este caso, que está a cargo da Polícia Judiciária do Algarve.

A menina, de 9 anos, estava desaparecida desde julho de 2012. Na altura, foi passar as férias de verão com o pai, um agente da Polícia Marítima de Tavira, que a deveria ter entregue à mãe, detentora do poder paternal.

O agente estava fugido com a filha desde então e, durante dois anos, o único contato que fez com a mãe de Alice, Carla Evangelista, foi através de uma mensagem de telemóvel onde a avisava que não ia voltar a ver a filha.

As autoridades acreditam que o pai mudou várias vezes de residência, em Portugal e no estrangeiro, e terá tido a ajuda de familiares e amigos para não ser localizado.

O homem acabou detido em Lisboa na quinta-feira. Estava em casa de familiares na zona de Caneças. Mesmo depois da detenção, recusou indicar o paradeiro da filha.

Sabe-se agora que a menina está bem de saúde, internada numa instituição belga. Em breve, regressará a Tavira para junto da mãe.

Alice tem um irmão com quase dois anos que nunca conheceu.