O presidente do Programa Bandeira Azul afirmou esta quarta-feira que está previsto um alargamento excecional do prazo para o hastear da bandeira em praias que foram contempladas com o galardão, mas que estão a ser intervencionadas devido ao mau tempo.

Por causa dos estragos do último inverno, cerca de uma dúzia de praias que viram atribuída este ano a bandeira azul têm o galardão condicionado à realização de uma série de obras e outras intervenções relacionadas com o acesso, a segurança e os apoios de praia.

«São casos pontuais, mas é uma forma de premiar as autoridades locais pelo esforço que estão a fazer para reparar os graves estragos causados pelas intempéries do último inverno. Seria um esforço inglório, se por uns dias de atraso perdessem a bandeira azul», disse José Archer, em declarações à Lusa.