A passar o dia de Natal nos três concelhos mais afetados pelos incêndios deste verão, Marcelo Rebelo de Sousa, não se coibiu de responder aos jornalistas sobre outros temas, concretamente, sobre a investigação da TVI, “O segredo dos deuses”, que denunciou uma rede de adoções ilegais, num lar aberto pela Igreja Universal do Reino de Deus, em Portugal. 

Sobre o pedido de audiência, ao Presidente da República de algumas mães cujos filhos terão sido, alegadamente, apanhados nesta rede, o chefe de Estado, responde: “Devo dizer que não sabia disso. Está a dar-me uma notícia."

Mas acrescenta: "Já disse, sobre essa matéria, que via com apreço o fato do Ministério Público estar a reabrir uma investigação para apurar o que se terá passado [na IURD]."

E o papel do Estado: “No sentido em que o Ministério Público entende que se deve investigar aquilo que se passou, para saber se o Estado teve, ou não, responsabilidade, acho que o Estado está a cumprir a sua missão."