O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente a continuação de precipitação forte, acompanhada por trovoadas, uma situação que deverá persistir até à madrugada de sexta-feira, segundo a meteorologista Maria João Frada.

Morreu o jovem ciclista atropelado em Vila Real após despiste

Proteção Civil registou quase 200 ocorrências só em Lisboa

«O território do continente está sob a ação de uma massa de ar quente (...) associada a uma depressão numa vasta região depressionária sob o Atlântico e que está quase estacionária. Essa massa de ar vai atravessar o continente durante o dia de hoje nas regiões do norte e centro e na região sul permanecerá a partir do final do dia e até à madrugada de sexta-feira», explicou.

Maria João Frada sublinhou que esta situação levou o IPMA a colocar 11 distritos do continente sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, e outros sete e a Madeira a amarelo, por causa da chuva e do vento.

«O que se prevê para hoje são períodos e chuva ou aguaceiros por vezes fortes, acompanhados por trovoadas e rajadas fortes», declarou.

Maria João Frada adiantou que durante a noite, o IPMA registou valores mais intensos de precipitação na região do Vale do Tejo, numa linha que entrava pela zona da Grande Lisboa e Setúbal, que afetou o distrito de Setúbal e parte do norte de Évora e Portalegre.

«Gradualmente a precipitação vai estender-se para norte e prevê-se que afete as regiões do norte gradualmente a partir do início da manhã. A precipitação nesses distritos vai aumentar de intensidade. Para já, os distritos que inspiram mais cuidado são os do litoral, nomeadamente Lisboa, Coimbra, Aveiro e Leiria e depois, mais para meio da manhã ou início da tarde, também os do norte», relato.

A meteorologista adiantou ainda que a situação vai gradualmente estender-se, à tarde, ao Baixo Alentejo e ao Algarve, mas, «em princípio», com menor intensidade.

Quanto a sexta-feira, Maria João Frada disse que a situação «estará ultrapassada», prevendo-se ainda chuva, mas já com abertas.

«Amanhã [sexta-feira] já estará ultrapassada a situação. Poderá na região sul haver alguma precipitação forte, mas na generalidade do território esta situação estará ultrapassada», referiu.

O IPMA colocou hoje sob aviso laranja entre as 06:00 e as 18:00 os distritos de Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém, Portalegre, Lisboa, Setúbal e Évora.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu na quarta-feira um alerta amarelo para todo o continente devido ao mau tempo e que vigorará até às 20:00 de quinta-feira.

Entre as 20:00 de quarta-feira e as 00:00 de hoje, os Sapadores de Bombeiros de Lisboa receberam mais de 150 pedidos de ajuda devido a inundações e infiltrações.

A chuva intensa que caiu na península de Setúbal na quarta-feira também provocou inundações.

O concelho de Almada foi o mais afetado, seguido da Costa de Caparica, segundo disse fonte do CDOS-Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal à agência Lusa.