Dezassete crianças da Escola Básica Gonçalves Crespo, em Odivelas, sofreram, esta quinta-feira, uma intoxicação por inalação de alcatrão, o que levou à evacuação e encerramento do estabelecimento escolar, disse à Lusa o comandante dos bombeiros locais.

Segundo adiantou o comandante dos bombeiros da Pontinha, Odivelas, Pedro Santos, as crianças inalaram alcatrão, oriundo de uma obra de repavimentação que decorre junto à escola.

De acordo com a mesma fonte, as crianças apresentavam sintomas de náuseas e vómitos, tendo sido assistidas no local e sem necessidade de serem transportadas para o hospital.

Contudo, o incidente, que teve início às 13:20, levou a que os cerca de 650 alunos e funcionários da escola fossem retirados do local e ainda ao encerramento do estabelecimento escolar, pelo menos até sexta-feira.

«A direção da escola e a proteção civil de Odivelas fará amanhã [sexta-feira] uma nova avaliação e verá se é possível ou não reabrir a escola», explicou Pedro Santos.

No local, estiveram nove viaturas de emergência médica.