A GNR anunciou ter identificado um homem, de 20 anos, suspeito de burlar empresas através de compras na Internet, em Tondela.

Segundo a GNR, o homem tinha como "modus operandi" fazer compras na Internet, "enviando às empresas comprovativos de pagamento falsos, utilizando para o efeito o nome de instituições bancárias e nomes de outras pessoas".

Após a denúncia feita por uma empresa do distrito do Porto, que foi lesada em dois mil euros, a GNR efetuou várias diligências e acabou por identificar o autor, no domingo.

Tal possibilitou "recuperar vários artigos adquiridos através da burla, nomeadamente quatro jantes, quatro pneus e um 'kit' de suspensão automóvel, tendo para o efeito sido realizada uma busca domiciliária e uma busca a uma viatura", explica a GNR.

Os bens foram restituídos ao proprietário da empresa e o suspeito, que já tinha antecedentes criminais por furtos, foi constituído arguido e ficou com termo de identidade e residência.