fraude





“Os limites teóricos da adjudicação direta são relativamente baixos. O que é preciso é ter a certeza de que cumpriram todos os trâmites. Mas também não há o fim de eliminar a adjudicação direta. Há é o fim de eliminar a adjudicação direta que esteja incorreta”, afirmou Paulo Macedo aos jornalistas no final da cerimónia que decorreu em Lisboa.