Os medicamentos vão estar mais baratos a partir de 02 de março, altura em que terão de ter sido escoadas as embalagens com preços antigos, uma descida que resulta da revisão anual de preços, segundo o Infarmed.

De acordo com este organismo, que regula o setor do medicamento, os novos preços entraram em vigor no primeiro dia deste ano, mas é possível que existam no mercado embalagens com o preço antigo, pelo menos até 02 de março.

A descida acontece porque os preços dos medicamentos mudaram nos países de referência para Portugal: Espanha, França e Eslovénia.

O Sistema de Preços de Referência (SPR) abrange os medicamentos comparticipados, prescritos no âmbito do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e que têm genéricos autorizados, comparticipados e comercializados.

Com esta descida, e segundo disse à Lusa o presidente do Infarmed, Eurico Castro Alves, são esperadas poupanças de 15 milhões de euros para o Estado e de 7 milhões para os utentes.

De acordo com este organismo do Ministério da Saúde, as embalagens com preços antigos têm de ser escoados até final de janeiro, no caso dos armazenistas, e até 01 de março, no caso das farmácias.