Notícia atualizada às 14:47

Uma explosão na Barragem de Salamonde, em Vieira do Minho, fez, esta sexta-feira, dois feridos graves. A informação foi confirmada à TVI por fonte dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho.

Um dos dois feridos na explosão «está em coma induzido» e o outro encontra-se «estável e fora de perigo», adiantou fonte envolvida nas operações de socorro.

O comandante dos Bombeiros de Vieira do Minho, António Macedo, explicou à Lusa, que o coma foi induzido ao ferido «mais grave» ainda no local, para «facilitar» o transporte, via helicóptero, para o Hospital de S. João, no Porto, enquanto o outro ferido foi transportado para o Hospital de Braga «com traumatismos nos membros inferiores».

As causas do acidente estão ainda por apurar. Sabe-se que ocorreu durante trabalhos de demolição. «Estavam a proceder à demolição de uma estrutura que servia de apoio para que os operários trabalhassem num túnel. E essa demolição estava a ser feita com explosivos», revelou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, António Macedo, em declarações telefónicas na TVI24.

Segundo fonte da EDP, o acidente que feriu os dois homens ocorreu durante a «preparação» de uma carga explosiva para demolir uma estrutura de betão.

A EDP, avançou fonte oficial na empresa, vai «abrir de imediato um inquérito» para averiguar as circunstâncias concretas do acidente.

O alerta foi dado às 10:48 e para o local seguiram quatro viaturas dos Bombeiros de Vieira do Minho (entre elas um veículo de desencarceramento), com 11 elementos. No local, estão também duas viaturas médicas, provenientes de Braga e Guimarães e uma SIV (Suporte Imediato de Vida), proveniente de Montalegre, assim como um helicóptero do INEM.