O comissário europeu para a Ajuda Humanitária, Christos Stylianides, anunciou este domingo que a União Europeia (UE) está pronta ajudar Portugal, tendo já sido enviados aviões de combate a incêndios pelo Mecanismo de Proteção Civil europeu.

Numa resposta imediata a um pedido de assistência das autoridades portuguesas, o Mecanismo de Proteção Civil da UE foi ativado para providenciar aviões de combate a incêndios", disse o comissário, num comunicado.

"A UE está pronta para ajudar", salientou, lamentando as mortes e enviando as condolências "aos que perderam entes queridos".

O responsável referiu que "a França ofereceu imediatamente três aviões através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, que serão enviados para ajudar no local”.

Também a Espanha, “numa base bilateral, enviou equipamento aéreo".

O comissário elogiou ainda "a bravura dos bombeiros e dos serviços de emergência no terreno, arriscando as próprias vidas para salvar as de outros".

O número de mortos no incêndio rural que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, aumentou para 57, disse hoje o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

O incêndio causou ainda 59 feridos, segundo um balanço das 10:00.

O fogo alastrou-se aos concelhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, também no distrito de Leiria.