Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) informou que o homem de 53 anos, casado e reformado, foi detido pela Diretoria do Centro, em colaboração com o Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Viseu.

É o principal suspeito da autoria de um crime de incêndio florestal ocorrido a 21 de agosto.

O incêndio consumiu cerca de 100 metros quadrados (m2), em zona de terreno florestal povoado com mato, pinheiros bravos e eucaliptos, próximo da zona urbana de Fragosela de Cima, Viseu. O suspeito usou um isqueiro para fazer a respetiva ignição", refere o comunicado.

Presente às autoridades judiciárias, para primeiro interrogatório, foi aplicada ao indivíduo a medida de coação de internamento psiquiátrico, em regime fechado.

A PJ contabiliza este ano e até ao momento, a identificação e detenção de 52 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.