Um total de 236 operacionais, apoiados por 74 viaturas, combatem um incêndio em zona rural/mato na localidade de Benespera, no concelho da Guarda, segundo a Proteção Civil.

O incêndio em Benespera, que teve início às 18:18 de quarta-feira, foi dado como dominado esta manhã, mas reacendeu-se e obrigou a um reforço de meios, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda.

O incêndio, já com duas frentes, arde com pouca intensidade sobre mato e em zona inacessível, segundo a Proteção Civil.

As chamas estão perto de alastrar aos concelhos vizinhos de Sabugal (também no distrito da Guarda) e Belmonte (distrito de Castelo Branco).

Duas frentes em Alfândega da Fé

Um incêndio que deflagrou esta tarde em Alfândega da Fé, no distrito de Bragança, está a ser combatido por 225 operacionais, apoiados por 74 viaturas, segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

"O fogo tem duas frentes ativas e está a consumir mato numa zona de difíceis acessos. Estamos a reforçar o Teatro de Operações (TO) com os meios disponíveis", disse à Lusa o comandante operacional distrital do CDOS de Bragança, Noel Afonso.

De acordo com a mesma fonte, o alerta foi recebido pelas autoridades às 15:13.

O incêndio lavra na freguesia de Alfandega da Fé e, às 18:00, estava com duas frentes ativas e a consumir uma área de mato, com intensidade.