Quatro concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém e Castelo Branco apresentam hoje “risco elevado” de incêndio, segundo informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), noticia a Lusa.

De acordo com a informação disponível no ‘site’ do IPMA, estão em risco elevado de incêndio os concelhos de Alcoutim (Faro), Barrancos (Beja), Mação (Santarém) e Vila de Rei (Castelo Branco).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje períodos de céu muito nublado, tornando-se gradualmente pouco nublado durante a tarde.

O vento soprará em geral fraco do quadrante oeste, soprando moderado a forte na costa sul do Algarve, durante a tarde, e temporariamente nas terras altas.

Prevê-se ainda uma pequena descida de temperatura nas regiões do interior e uma pequena subida da temperatura máxima nas regiões do litoral Centro.

Para os Açores, o IPMA prevê para os grupos Ocidental, Central e Oriental período de céu muito nublado com abertas, aguaceiros e uma pequena descida da temperatura.

Já para a Madeira a previsão aponta para períodos de céu muito nublado e vento fraco, sendo que no Funchal o céu apresentar-se-á geralmente pouco nublado.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 24 graus celsius em Lisboa e no Funchal, 20 no Porto, 26 em Faro e 19 em Ponta Delgada.

Madeira com risco extremo de exposição à radiação UV

O arquipélago da Madeira apresenta hoje “risco extremo” de exposição à radiação ultravioleta (UV) e as restantes regiões de Portugal Continental estão com “risco muito alto”, revela ainda o instituto citado pela Lusa.

De acordo com a informação disponível no ‘site’ do IPMA, as ilhas de São Miguel e Santa Maria, nos Açores, também apresentam “risco muito alto” de exposição à radiação UV.

Para as regiões com “risco extremo”, o IPMA aconselha “evitar o mais possível a exposição ao sol” e recomenda as pessoas a ficarem a descansar em casa.

Já para as regiões com “risco muito alto”, o instituto recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol e protetor solar, além de aconselhar que seja evitada a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 02, em que o UV é 'Baixo', 03 a 05 ('Moderado'), 06 a 07 ('Alto'), 08 a 10 ('Muito Alto') e superior a 11 ('Extremo').

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje períodos de céu muito nublado, tornando-se gradualmente pouco nublado durante a tarde.

O vento soprará em geral fraco do quadrante oeste, soprando moderado a forte na costa sul do Algarve, durante a tarde, e temporariamente nas terras altas.

Prevê-se ainda uma pequena descida de temperatura nas regiões do interior e uma pequena subida da temperatura máxima nas regiões do litoral Centro.

Para os Açores, o IPMA prevê para os grupos Ocidental, Central e Oriental período de céu muito nublado com abertas, aguaceiros e uma pequena descida da temperatura.

Já para a Madeira a previsão aponta para períodos de céu muito nublado e vento fraco, sendo que no Funchal o céu apresentar-se-á geralmente pouco nublado.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 24 graus celsius em Lisboa e no Funchal, 20 no Porto, 26 em Faro e 19 em Ponta Delgada.