De acordo com a informação da Polícia Judiciária (PJ), o suspeito de ter ateado fogo no concelho de Santo Tirso, na quinta-feira passada, é um homem de tem 52 anos.

Neste incêndio, as chamas propagaram-se por mais de dois mil metros quadrados em zona de pinhal e mata junto a uma escola primária.

De acordo com a nota de imprensa da PJ, depois de ouvido pelas autoridades, o detido ficou obrigado a apresentações bissemanais na polícia, a pagar tratamento clínico e a termo de identidade e residência.

O segundo suspeito de ter ateado um incêndio na semana passada, na zona de Freamunde, concelho de Paços de Ferreira, tem 47 anos.

Ateou o fogo num terreno com diversas árvores e mato alto, “próximo de várias habitações, que só não foram atingidas em virtude da intervenção dos bombeiros”.

Dados da PJ referem que desde o princípio de 2016, foram já identificadas 14 pessoas pela alegada autoria do crime de incêndio florestal.