A Polícia Judiciária de Aveiro anunciou ter identificado um jovem, de 13 anos, suspeito de ter ateado um incêndio florestal no passado dia 09 em Vouzela, no distrito de Viseu.

Segundo a PJ, o incêndio, que ocorreu na tarde do passado domingo, no lugar de Cercosa, em Campia, concelho de Vouzela, teve início na orla de uma mancha florestal contínua, composta por pinheiros bravos e eucaliptos.

De acordo com os investigadores, o presumível incendiário terá ateado o fogo com recurso a fósforos, através de chama direta na abundante vegetação seca que lá se encontrava.


"Apenas a pronta deteção do início do fogo permitiu um rápido e eficaz combate do mesmo por várias corporações de bombeiros e dois meios aéreos, fazendo com que o mesmo não atingisse proporções de relevo, já que se está em presença de uma mancha florestal de elevada área e densidade", refere o comunicado da PJ.


As autoridades não conseguiram determinar qualquer motivação racional ou explicação plausível para a prática dos factos em investigação.

O suspeito foi identificado com a colaboração do Serviço de Proteção do Ambiente e Natureza da GNR de Viseu e o inquérito foi remetido às autoridades judiciárias na comarca de Viseu.

A idade do presumível autor não permite em relação ao mesmo o prosseguimento do processo-crime, prevendo a lei o processo específico tutelar educativo.