A Polícia Judiciária (PJ) de Braga anunciou hoje a detenção do presumível autor da prática de dois crimes de incêndio em zona de mata e floresta, ocorridos a 17 de maio no concelho de Viana do Castelo.

Em comunicado, a PJ refere que o suspeito, «atuando num quadro de alguma instabilidade emocional», terá ateado, com um isqueiro, o primeiro incêndio, pegando fogo a papéis cujas chamas se propagaram à mata.

O incêndio foi combatido e extinto pelos bombeiros.

Duas horas depois, a curta distância do primeiro, e com o mesmo modus operandi, terá ateado um segundo incêndio, também combatido e extinto pelos bombeiros.

O detido, com 36 anos de idade e sem ocupação laboral, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações no posto policial da área da residência, três vezes por semana.