Perto de 700 operacionais tentam, sem sucesso, apagar as chamas que lavram desde a noite de sexta-feira no concelho de Pampilhosa da Serra, num incêndio que leva já sete frentes.

Segundo o site da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), pelas 11:30, o incêndio que deflagrou na localidade de Castanheira, na freguesia de Fajão-Vidual, mobilizava 628 operacionais, apoiados por 187 veículos terrestres e cinco meios aéreos.

O Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil foi ativado na tarde de domingo no concelho de Pampilhosa da Serra, e também em Arganil, devido ao fogo que levou ao corte de trânsito nas estradas nacionais e municipais EN 344, EM 508, EM 544, EM 547 e EM 14-0.

Encontra-se ainda registado como ocorrência importante um fogo em Celorico de Basto (Braga), com uma frente, que mantém no terreno 47 homens apoiados por 16 veículos.

Já o fogo que deflagrou às 17:08 de domingo na localidade de Amenda, freguesia de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, no concelho de Ourém, distrito de Santarém, foi dominado cerca das 09:00. Apesar de estar em resolução, o incêndio continua a obrigar à intervenção de 227 operacionais e 71 veículos.

Dois aviões Canadair foram hoje mobilizados para o combate ao incêndio na Pampilhosa da Serra, de acordo com o comandante Carlos Pereira, da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). Foi mobilizado também um helicóptero Kamov para o incêndio de Celorico de Basto.

Neste momento, temos quatro incêndios ativos: o da Pampilhosa da Serra (Coimbra), Castro Daire (Viseu), Ourém (Santarém) e Celorico de Basto (Braga). Hoje de manhã foram ativados dois Canadair para a Pampilhosa e um helicóptero Kamov foi acionado para Celorico”, adiantou à Lusa, cerca das 08:30.

O comandante Carlos Pereira adiantou também que não há para já aldeias em risco, nem feridos.

No que diz respeito às estradas nacionais, não temos também notícia de que haja alguma cortada. Poderá eventualmente haver alguma municipal, mas não temos conhecimento.”

A Proteção Civil dava ainda conta de dois incêndios no concelho de Castro Daire, que mobilizavam duas dezenas de operacionais.

Os distritos de Coimbra e Santarém vão continuar hoje com temperaturas acima dos 30 graus.

Por causa das temperaturas elevadas, o IPMA colocou em risco ‘máximo’ de incêndio mais de 70 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Portalegre, Leiria, Santarém, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Viseu, Aveiro, Porto, Braga, Vila Real e Bragança.