A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta segunda-feira a detenção de um homem que terá ateado um incêndio florestal no concelho de Resende, colocando em risco diversas habitações existentes nas proximidades.

Em comunicado, a PJ informou que o homem de 24 anos foi detido pela Diretoria do Norte, em colaboração com a GNR, pela presumível autoria do crime de incêndio na zona de Resende.

O agricultor foi detido "fora de flagrante delito", mas "encontra-se fortemente indiciado pela prática de um incêndio florestal doloso, que consumiu uma significativa área de carvalhos, mato alto e árvores de fruto, tendo o fogo colocado ainda em risco diversas habitações existentes nas proximidades".

De acordo com a PJ, o homem de 24 anos possui antecedentes criminais relacionados com este tipo de crime.

No final de Agosto, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária já tinha anunciado a detenção de um presumível incendiário, suspeito de ter ateado dois incêndios florestais no concelho de Resende, nas freguesias de Paredes e Cárquere, com recurso a um isqueiro.

Ao longo deste ano, a PJ já identificou e deteve 59 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.