Em comunicado, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária anunciou a detenção do presumível incendiário, em colaboração com a GNR.

O homem é suspeito de ter ateado dois incêndios florestais no concelho de Resende, nas freguesias de Paredes e Cárquere, com recurso a um isqueiro, "num aparente quadro de incendiarismo, consumindo mato e arvoredo, tendo também colocado em risco diversas habitações existentes nas proximidades", salienta o comunicado.

O detido, de 39 anos, motorista, vai agora ser presente a um primeiro interrogatório judicial, no qual poder-lhe-ão ser aplicadas medidas de coação.

No corrente ano, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 44 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.