O incêndio que deflagrou segunda-feira à noite e que destruiu uma zona de canavial e mato em Brancanes, em Setúbal, foi dado como extinto às 02:47 desta terça-feira, informaram os bombeiros.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, o incêndio provocou apenas um ferido, um cidadão britânico que estava hospedado na Estalagem do Sado e que foi transportado ao Hospital de São Bernardo devido a inalação de fumos.

A estalagem do Sado teve de ser evacuada como medida de precaução, depois de as chamas terem atingido a propriedade, confirmou fonte do hotel à TVI24.

Os moradores de diversos prédios e moradias da zona assustaram-se com as enormes labaredas provocadas pelo incêndio, mas não há registo de qualquer imóvel atingido pelas chamas.

"Os moradores estão preocupados porque o vento está a soprar de norte e a projetar o fogo em direção às casas", disse à agência Lusa o segundo comandante distrital de bombeiros, Rui Costa, adiantando que até ao momento, o fogo destruiu apenas mato e algumas árvores de grande porte.

No combate ao fogo estiveram envolvidos 85 operacionais e 29 veículos de diversas corporações de bombeiros da região de Setúbal e das forças de segurança.