Este ano correu melhor. Os fogos consumiram 10 vezes menos área florestal até 31 de agosto, em comparação com os primeiros oito meses de 2013.

Os incêndios varreram, no total, 11.745 hectares, em Portugal, segundo os dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Floretas (ICNF), que são citados pela Lusa.

No mesmo período do ano passado já tinham sido consumidos pelas chamas 123.371 hectares.

Quanto às ocorrências de incêndio, registou-se uma diminuição para metade este ano: 6.406 fogos florestais entre 01 de janeiro e 31 de agosto. Ou seja, menos 53% do que no mesmo período de 2013.

De notar que, nos últimos 13 anos, um terço dos fogos e LINKS: quase metade da área ardida teve mão criminosa.