Um homem com 46 anos, fortemente indiciado pela prática de seis crimes de incêndio florestal ocorridos no concelho da Guarda, foi detido pela Polícia Judiciária.

O jardineiro emigrante ateou os fogos durante a madrugada no dia 8 de agosto último, na freguesia de Videmonte, no concelho da Guarda. Os incêndios consumiram vários hectares de área povoada por diferentes espécies de árvores e abundante vegetação.

De acordo com a PJ, «os incêndios foram todos iniciados com recurso ao derrame de gasolina e consequente ignição por meio de um isqueiro, em diferentes pontos da mancha florestal visada, só não tendo atingido proporções ainda maiores devido à rápida e eficaz intervenção dos bombeiros e de alguns populares».

O detido, que terá agido por motivo de vingança pessoal, foi presente às autoridades e sujeito a prisão preventiva.