Duas frentes de fogo em Espanha estão a ameaçar o coração do Parque Nacional Peneda-Gerês nesta quarta-feira, com mais de 80 operacionais deslocados para o local.

O incêndio que começou do lado de lá da fronteira chegou à localidade de Portela do Homem, concelho de Terras de Bouro, na tarde de terça-feira.

No local estão, segundo informações da Proteção Civil às 07:30, 83 bombeiros assistidos por 24 veículos terrestres. 

Este é o único fogo registado como ocorrência importante.

Já o incêndio que deflagrou na noite de sexta-feira na Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, e que foi dominado na manhã de terça-feira, continua a mobilizar perto de 400 operacionais.

Apesar de ter entrado em fase de resolução (sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido), mantêm-se no terreno 402 operacionais apoiados por 120 meios terrestres.

O incêndio florestal na Pampilhosa da Serra, que alastrou a Arganil, consumiu mais de 6.500 hectares entre sexta-feira e terça-feira nos dois concelhos, de acordo com o Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais (EFFIS) que, através de imagens de satélite, contabiliza quase em tempo real a área ardida.

Já o fogo que lavrava em Castro Daire, no distrito de Viseu, foi dominado pelas 02:10, segundo fonte da Proteção Civil, estando a decorrer trabalhos de rescaldo.

Quase uma centena de concelhos em risco máximo

Quase uma centena de concelhos de 14 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco ‘máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o instituto, em causa estão concelhos dos distritos de Faro, Beja, Portalegre, Leiria, Santarém, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Viseu, Aveiro, Porto, Braga, Vila Real e Bragança.

O IPMA colocou ainda em risco ‘muito elevado’ e ‘elevado’ de incêndio vários concelhos de quase todos os distritos do continente (18).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o ‘reduzido’ e o ‘máximo’.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se temporariamente muito nublado e com neblina ou nevoeiro no litoral a norte do Cabo Raso até meio da manhã.

Está também previsto vento fraco, soprando temporariamente moderado de leste no Algarve até meio da tarde e de noroeste no litoral oeste e nas terras altas durante a tarde e pequena descida da temperatura máxima no litoral da região Norte.

No que diz respeito às temperaturas, as mínimas vão oscilar entre 7 graus Celsius (em Braga) e os 19 (em Portalegre) e as máximas entre 22 graus (Porto e Viana do Castelo) e 33 graus (em Santarém e Beja).