Já foi dominado o fogo que lavrava desde segunda-feira no concelho de Arouca e esta manhã tinha uma frente ativa no concelho de Cinfães, distrito de Viseu, informa o Comando Distrital de Operações de Socorro de Aveiro.

O sinistro teve início numa zona florestal abrangendo as freguesias de Canelas e Espiunca, em Arouca, e chegou a registar três frentes ativas relativamente próximas de pequenas aldeias da serra e habitações isoladas.

Envolvendo várias corporações dos distritos de Aveiro e Viseu, o período mais problemático do combate às chamas implicou o trabalho de 210 homens, 61 viaturas, dois aviões e dois helicópteros.

"Mas agora já está dominado", declara José Bismarck, comandante operacional distrital de Aveiro. "O vento aumentou e [ao dissipar o fumo] melhorou a visibilidade, o que ajudou bastante", explica.

Em algumas das áreas ardidas do distrito de Viseu há agora "uma série de reacendimentos", mas o comandante diz que "isso é o normal", pelo que se mantêm no local 150 homens, 45 viaturas, dois meios aéreos e duas máquinas de rasto.

"Ainda temos trabalho para muitas horas, até consolidarmos todo o perímetro do incêndio", adianta.